quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Assim falou Loló!

"Não é mole não!" Assim dizia Loló.

Loló, era uma vizinha da tia Mariazinha. 
"Não é mole, Não!" era seu jargão, quando ficava desesperada com seus rebentos arrebentando a boca do balão e do estômago.

Não é mole mesmo, Loló!

Tô aqui na pilha com dois. 
Escolhendo o chorador da vez. 
Fazendo almoço com a Catarina na Kepina; panelas queimando; negociando com o Francisco na hora da mamada; segurando no ar uns brinquedos voadores; livrando a cara, pernas e braços da Catarina de possíveis mordidas; Cólicas; meus banhos que só rolam a tarde; as contas esquecidas na gaveta e o aviso de corte batendo na porta e um marido fulo com isso; Explico: as contas da casa eu administro, porque ter marido pisciano é tudo de bom, mas as contas... que contas? hã?.. esquece!

Ufa!

Loló é uma sábia!

E com tudo isso, ainda tem o francisco falando pelos cotovelos. Posso mamãe, posso? 
o que filho? 
posso mamãe, bater nela? 
quê? 
não filho, não pode.... 
Ah! sim ele me vê batendo nas costinhas dela depois da mamada... deve ser isso. 
Posso mamãe, dar pulão? pode filho... 
ai Cuidado! da janela cai.
"Posso mamãe, posso?" não significa pedir autorização. É uma aviso de que algo vai acontecer, mas o quê vai acontecer independente do meu consentimento. 
Mas que acontece, acontece. 
E como acontece!

Loló, Loló! Nunca te vi, sempre te amei.

7 horas da manhã aqui em casa, já são meio dia. Dia desses liguei pra amiga, atendeu com voz de sono... ui foi mal, depois eu ligo... nem liguei mais, que vergonha! 
O Francisco acorda com as cotovias... as 5 e meia da matina. Feliz feito rouxinol.

Email então, nem respondo. Quando sento aqui, fico boquiaberta e mal consigo raciocinar... espio e quando vou apertar o "enter", tem um choro me chamando.

Loló, você vai virar uma santa. Santa Loló!

E eu ainda quero o terceiro. Minha amiga Fabiana, tem 3 meninas. Ela é minha inspiração! Tem casa, cachorro, 3 filhas, marido, twitter, e ainda faz bonecas.

Arquivo: Catarina Maria e Francisco Bento
Foto: Mauricio José
Sim, eu quero 3 filhos. Isso é público! Já o marido e a parteira... eu ainda os convenço.

Loló, não estou reclamando, não. Hoje consegui consertar um boneco do Francisco, passear com eles na rua, almoçar na hora certa, estender roupa, ligar pra pediatra, bordar uma camiseta, pregar botão, responder email, bater papo furado com o marido, e agora estou aqui, blogando feliz da vida enquanto a casa dorme em silêncio. 
Ouço apenas a ventoinha chata do meu computador e a rua molhada pela chuva.

Loló, tô me virando. 
Aprendendo a ser polvo e ter 8 olhos como as aranhas. 
Um dia chego lá. 
Não é mole, não!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Colo de Mãe Só Existe Um











Nem precisa legenda.

Fotos extraídas do Blog Cinematerna, não se sabe a fonte.


*   *   *   *   *

Fiquei imaginando a reação das pessoas ao vê-la chegar na sessão. 

Eu, quando o Francisco era pequenino, ia com ele na Kepina para as escolas contar histórias. Quando eu chegava, as pessoas primeiro imaginavam que meu braço estava quebrado, e eu estava de tipóia, quando se davam conta de que dentro daquele "saco" havia um bebê, as reações variavam em todas as tonalidades. Era um misto de surpresa e preocupação, pois como é que ela vai contar histórias com "essa criança".Às vezes até me perguntavam se a babá estava chegando. Eu dizia: Não. E a tensão era nítida. Algumas professoras se colocavam à disposição prontamente para segurar meu filho. Eu agradecia e dizia: Não, está tudo bem. E a tensão era nítida.

Nunca precisei interromper uma única sessão de contação de histórias. Meu "briochinho" ficava lá dentro da Kepina, escondidinho, mamava, dormia, dormia, mamava. As vezes tirava a cabeça pra fora pra ver o "mundo" e o delírio era geral. As crianças enlouqueciam, porque até então não haviam se dado conta de que dentro daquele "saco" havia um bebê. 

Contei muita história portando Kepina, e no final das longas sessões, as professoras vinham nos elogiar. Achavam incrível ele não ter chorado nem uma vez...

Colo de Mãe só existe um... Não interessa onde estejamos.

sábado, 9 de outubro de 2010

Boa Hora









Durante a segunda gravidez, a Helô nos disse que antigamente as mulheres grávidas apenas geravam, não faziam mais nada. Dando o devido espaço ao tempo que necessitavam para gerar com saúde o Ser que se aproximava. Por isso, uma gestação espalha saúde a sua volta. Na conquista de um lugar ao sol no mundo moderno, muitas mulheres se esqueceram de manter na bagagem a possibilidade de serem Deusas na Terra. As sacerdotisas da evolução humana.


Nada de saudosismo.
Conquistem o que vocês quiserem:
Usem calças compridas, biquínis e queimem os sutiãs.
Aprendam a dirigir carros, ônibus e caminhões.
Fumem cigarros, cachimbos e charutões.
Trabalhem fora e ganhem mais que os Maridos e os Ricardões.
Há quem diga que isso é do humano.
não privem a humanidade do que só vocês sabem fazer, gerar, alimentar e educar, "à moda antiga", Seres Humanos saudáveis, uma espécie rara em nosso planeta. O cultivo dessas qualidades nos faz humanos.

Arquivo: Grávida do Francisco Bento
Foto Mauricio José
Maribel nunca foi tão bela como enquanto grávida. Sinto saudades daquela barriguda andando pela casa, suave onda que passa, e faz mover tudo a sua volta. Um simples abraço já não envolve, é preciso se esticar como quem abraça uma grande árvore. Onde havia um único ser, passam a coexistir dois. À medida que cresce um, crescem os dois, e levam consigo que estiver por perto. Algo de novo nasce na condição dessas mulheres. E de repente, a vida muda por inteiro.







Arquivo: Grávida de Catarina Maria
Foto Mauricio José
Por sorte, a vida nos reservou duas gestações desfrutadas até o último instante. Por mais que tentássemos trabalhar mais, fizéssemos planos, projetos, e quase enlouquecêssemos pela falta da grana, o que tivemos foi tempo para que Maribel gerasse e visse o que o tempo é capaz de proporcionar ao Ser Humano.


Agradeço às mulheresmães, parideiras ou não, por encherem o mundo com sua beleza, força e suavidade. Agradeço a Minha Mãe, Minha Esposa, Minha Filha e Filho, por abrirem meus olhos, e me faz permitir que entre a Luz.


Boa Hora a todas vocês.


Mauricio José

Arquivo: Familia
Foto Mauricio José






terça-feira, 5 de outubro de 2010

As Boas Vindas para Catarina Maria, por Mauricio José, o Pai.

Arquivo Pessoal
Foto: Maurício José

Queridos!

Nosso castelo agora tem uma princesa. 
Catarina chegou nessa quarta-feira, 
com os primeiros raios de sol,
antecipando a primavera em nossa casa.


Agradecemos a todos pela torcida e pelos carinhos, que foram muitos nessas 41 semanas.

Agradecemos especialmente a Heloisa Lessaque nos ajudou a trazer mais uma criança a esse mundo. E a Diana Schneider, que chegou para nos auxiliar com muito carinho.

Arquivo Pessoal
Foto: Maurício José
Francisco está radiante, experimentando a delícia de ter uma irmãzinha.

Tudo perfeito, acordou 10 minutos depois da chegada da irmã.

Nossa corajosa Rainha passa bem, e não cabe em si de tanta alegria.

Catarina mamou o dia todo, dormiu bem à noite e tem pulmões possantes.



Esperamos recebê-los em breve.


Feliz Primavera.


Maurício José

domingo, 3 de outubro de 2010

Catarina Maria, Seja Bem Vinda!

Tenho tantos assuntos pra colocar em dia aqui e não consigo escolher nenhum. Mas aos poucos vou escrever muitos deles, por enquanto estou só elaborando. Todos são importantes para mim, e quero compartilhar com vocês, mas estou noutra atmosfera. Tenho até preguiça de vir navegar, mas navegar é preciso...

Catarina Maria nasceu, no raiar do dia 22/09. Num parto domiciliar com a parteira Heloisa Lessa, rápido, tranqüilo e transformador. Prometo um relato merecido dos meus dois partos em breve.

Arquivo Pessoal : Catarina Maria
Foto: Maurício José
Estamos todos muito bem. 

Catarina Maria é tranquilíssima, o Francisco Bento está amarradão com a irmã. Vez ou outra apresenta pequenos "defeitos"... rsrsrs. 

Estamos nos afinando, desafinando, arrebentando a corda Mi, concertando, descansando, acalantando...

O Mauricio tem asas nos pés, anda com o peito estufado, e um sorriso de lado a lado... 

E eu não imaginava como seria ser mãe de menina. E estou encantada. Ando até mais florida. Mais perfumosa, mais dengosa....

Agradeço muito cada visita por aqui, a torcida pelo parto, as apostas, as boas vibrações... 

Ter filhos é uma dádiva. Nossos bichinhos nos preenchem e nos fazem remover a poeira dos cantos. Não sei o que seria da minha experiência humana se não houvesse meus filhos pra compartilhar essa viagem. 

Cada dia aprendo um pouquinho o que é ser mãe. Cada dia deixo um pouquinho de ser filha...

Grata Mauricio por acreditar em mim, por compartilhar o Tempo , pela sua paciência, seu amor,  seu desagrado e tudo o mais que te faz assim como tú és.

Catarina Maria Seja bem vinda nessa terra de Deus meu. Pise bem devagarinho que é pra não se cansar... mas pise e caminhe por onde quiser.




Outros Posts do Blog

Related Posts with Thumbnails

Assuntos que se Fala por Aqui

Canções (13) Maternidade (11) Blogagem Coletiva (10) Francisco Bento (9) Amamentação (7) o brincar (7) Parto (6) Gestação (5) MissCup (5) Mistério (5) Notícias (5) Escolhas (4) Eventos (4) Heloisa Lessa (4) Sagrado Feminino (4) Sorteio (4) na radiola (4) Catarina Maria (3) Crises na Maternagem (3) Mamaço Virtual (3) Roda de Mães (3) Aliança Pela Infancia (2) Aprendendo a Falar (2) Brinquedos Feitos à Mão (2) Carregadores de Bebê (2) Clube da Mafalda (2) Coletor Menstrual (2) Manifesto Pela Amamentação (2) Mauricio José (2) Mudanças (2) Parteiras (2) Passeios (2) Sustentabilidade (2) Vida na Roça (2) A Arvore Jardim Waldorf (1) Acolhimento do Bebê (1) Adeus ao Blogger (1) Alimentação Infantil (1) Alimentação de Bebês (1) Argumentação Infantil (1) Birras (1) Bola Fora de Mãe (1) Bom Dia (1) Brinquedos e Consumo (1) Canção (1) Carinho de Filho (1) Carta Aberta (1) Contação de Histórias (1) Conto Sufi (1) Croc (1) Crônicas (1) Dentes Quebrados (1) Dia das Avós (1) Dia das Mães (1) Dia dos Pais (1) Dia dos Santos Reis (1) Doe Sangue (1) Ecologia do Parto e Nascimento (1) Eduardo Galeano (1) Elis Regina (1) Elisa Lucinda (1) Escola (1) Exaustão (1) Excesso de Peso (1) Febre de Mãe (1) Feira Livre (1) Feliz 2012 (1) Feliz Ano Novo (1) Feliz Natal (1) Fernando Pessoa (1) Francisco Gregório Filho (1) Gisele Bünchen (1) Honrar a Criança (1) Infância Livre de Consumismo (1) Ir ao banheiro (1) Leite Materno Contaminado (1) Lombar (1) Mamaço Nacional (1) Mercado de Trabalho (1) Michel Odent (1) Nina Veiga (1) Ninando (1) Ocitocina Atelie (1) Oficina de Boneca Waldorf (1) Praças (1) Preguiça (1) Processo (1) Receitas (1) Relato de Parto (1) Resultado Sorteio (1) SOS Região Serrana RJ (1) Sapatos (1) Segurança no andar (1) Selinhos (1) Shantala (1) Tempo para Comer (1) Troca de Brinquedos (1) Ultrassonografia (1) Volta ao Trabalho (1) Vídeos (1) na moviola (1)

Gente Boa de Papo